Monotrilho de Salvador emperra por falta de financiamento

O projeto chamado de VLT emperrou. O Governador Rui Costa afirmou que ainda aguarda financiamento para o meio de transporte. Por Renato Lobo

Publicado no Viatrolebus


A Bahia anunciou a construção de um monotrilho com 21 estações em 19,2 km de extensão, com início na Ilha de São João (Simões Filho), passando pelo Subúrbio Ferroviário, Calçada e seguindo até o Comércio. O primeiro trem inclusive foi apresentado direto da China, de fabricação da BYD.

Mas o projeto chamado de VLT emperrou. O Governador Rui Costa, durante Encontro Internacional de Governadores pelo Clima, organizado pelo Centro Brasil no Clima (CBC), afirmou que ainda aguarda financiamento para o meio de transporte.

“O Governo da Bahia entra com uma parte considerável do projeto do VLT, por exemplo, pela dificuldade de encontrar financiamento. Temos um problema conjuntural do Brasil, e as entidades de financiamento, BNB e BNDES, infelizmente, estão contaminadas por essa política hoje praticada pelo governo federal, o que impede o financiamento de projetos. Há um ano, o projeto do VLT espera a liberação de financiamento pelo Banco do Nordeste e não temos financiamento disponível a preços que coloquem os projetos de pé”. – afirmou.