Grupo realiza terceiro protesto contra BRT de Salvador

Atualizado: 29 de nov. de 2021

Ao menos 150 pessoas participaram do protesto contra a derrubada de árvores para a instalação BRT de Salvador. Por Redação do A Tarde e Thiago Conceição


Postado no site do A Tarde

Ato é contra a derrubada de árvores

Ao menos 150 pessoas participaram do protesto contra a derrubada de árvores para a instalação BRT de Salvador. O ato aconteceu na manhã deste domingo, 6, no canteiro central da avenida Juracy Magalhães Jr., nas imediações do Hospital Aliança.


Esta é a terceira manifestação que acontece desde que as obras de construção da primeira fase do BRT começaram. Neste trecho, o sistema consiste em um trajeto de 2,9 km de extensão e vai ligar o bairro do Itaigara a Rodoviária.


De acordo com a professora da Universidade da Bahia (Uneb) e coordenadora da Escola de Sustentabilidade Integral, Débora Nunes, a instalação do novo modal de transporte poderia ser feito sem a derrubada das árvores.


"Esta ideia de cortar árvores é uma forma de gerir a cidade sem sensibilidade, sem olhar para as questões da natureza. Aí a população sofre com problemas como o aquecimento global. O projeto poderia ser feito de outra forma, sem cortar as árvores", ponderou Débora.


Já o coordenador do Grupo Ambientalista da Bahia (Gambá), Renato Pêga, critica que o projeto foi apresentado superficialmente no conselho do meio ambiente e sem a consulta da população soteropolitana.


"A gente é totalmente contra o projeto. No conselho do meio ambiente, o projeto foi apresentado de forma superficial, sem destacar o grave problema das retiradas das árvores. Não ocorreu nem consulta com a população da cidade. A indignação da população com o projeto é grande", disse Renato.


O grupo composto por pessoas de todas as idades, carrega cartazes com frases do tipo: "Sem árvore, sem voto", "Quem ganha $$ com este crime?", além de "Menos verde, menos votos" e "Queremos nossas árvores".