DOCUMENTOS

_Monotrilho

Documento geral

 

Documento elaborado pela concessionária Skyrail Bahia, detalhando, de forma geral, o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) realizado para as obras do monotrilho de Salvador.

 

Documento elaborado pela Urbaniza Engenharia Consultiva, empresa que foi contratada pela Skyrail Bahia para realizar ações de divulgação sobre as obras do monotrilho de Salvador. O documento é um relatório das ações realizadas pela empresa durante o ano de 2019.

Medidas mitigadoras compensatórias
 

Documento elaborado pela concessionária Skyrail Bahia, detalhando as medidas mitigadoras compensatórias em diversos âmbitos para a população do subúrbio durante as obras do monotrilho de Salvador.

Caracterização do fluxo viário


Documento elaborado pela concessionária Skyrail Bahia, caracterizando o fluxo viário das regiões onde as obras do monotrilho de Salvador estão sendo realizadas. O documento traz mapas da cidade que destacam o subúrbio, área mais afetada pelos trabalhos.

_VLT (projeto abandonado)

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), com o edital de licitação das obras do antigo projeto do VLT do Subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com a minuta do contrato de concessão para as obras do antigo projeto do VLT do Subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho. Versão de republicação, com mudança no objeto após suspensões consecutivas e expiração do edital anterior, de 2017.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com o projeto de referência que embasou a implantação do antigo projeto do VLT do subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com estudo exploratório sobre a potencialidade de agregação de demanda ao trem do subúrbio, que embasou possíveis melhorias físicas no sistema para a implantação do VLT.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), com o edital de licitação das obras do antigo projeto do VLT do Subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho. Versão de republicação, com mudança no objeto após suspensões consecutivas e expiração do edital anterior, de 2017.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com estudo socioeconômico que embasou a implantação do antigo projeto do VLT do subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com o Projeto de Implantação e Operação (PIO) do antigo projeto do VLT do subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com a minuta do contrato de concessão para as obras do antigo projeto do VLT do Subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com o anteprojeto revisado – versão final - do VLT do subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho.

 

Documento elaborado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur) com o Projeto de Implantação e Operação (PIO) do antigo projeto do VLT do subúrbio, elaborado antes da mudança para o monotrilho. Versão de republicação, com mudança no objeto após suspensões consecutivas e expiração do edital anterior, de 2017.

_Trem do Subúrbio (desativado)

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CTB, empresa pública estadual que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 2013 e 2021, ano do fim de suas operações. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas no ano de 2014 nos sistemas sob sua responsabilidade, incluindo o trem.

 

Documento elaborado pela CTB, empresa pública estadual que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 2013 e 2021, ano do fim de suas operações. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas no ano de 2017 nos sistemas sob sua responsabilidade, incluindo o trem.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador, em seu primeiro ano após a saída da Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA).

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CTB, empresa pública estadual que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 2013 e 2021, ano do fim de suas operações. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas no ano de 2015 nos sistemas sob sua responsabilidade, incluindo o trem.

 

Documento elaborado pela CTB, empresa pública estadual que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 2013 e 2021, ano do fim de suas operações. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas no ano de 2018 nos sistemas sob sua responsabilidade, incluindo o trem.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CBTU, empresa pública federal que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 1988 e 2005. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas nos sistemas sob sua responsabilidade pelo Brasil, incluindo Salvador.

 

Documento elaborado pela CTB, empresa pública estadual que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 2013 e 2021, ano do fim de suas operações. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas no ano de 2016 nos sistemas sob sua responsabilidade, incluindo o trem.

 

Documento elaborado pela CTB, empresa pública estadual que administrou o trem do subúrbio entre os anos de 2013 e 2021, ano do fim de suas operações. Nele, a companhia relata as ações que foram realizadas no ano de 2019 nos sistemas sob sua responsabilidade, incluindo o trem.