Bicicleta nos Planos

Atualizado: 14 de nov.

Ação nacional organizada pela União de Ciclistas do Brasil e realizada localmente pelo Coletivo Mobicidade Salvador nos anos de 2016 a 2018.


A proposta deste projeto foi construir entre as organizações da sociedade civi nas diversas cidades brasileiras, incidirem nos planos de mobilidade urbana das suas localidades e contemplassem uma maior inserção da bicicleta diante da Política Nacional de Mobilidade Urbana, Lei Federal nº 12.587/2012 acompanhando este processo de implementação.


Em Salvador, o Coletivo Mobicidade Salvador foi selecionado pelo edital da União de Ciclistas do Brasil e começou uma incidência em diferentes frentes: Oficina para Políticas de Ciclomobilidade Urbana, PDDU e PlanMob.



A Oficina para Políticas de Ciclomobilidade Urbana aconteceu em Fevereiro de 2016 com organização do Coletivo Mobicidade Salvador e apoio da UCB - União de Ciclistas do Brasil, foi aberta para participação da sociedade civil e aconteceu nas depedências da UFBA, além de uma visita técnica no trecho viaduto Fonte Nova / Dique do Toróró com o objetivo de focar na organização da sociedade civil para participação social nos processos de PDDU (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano) e PlanMob (Plano de Mobilidade Urbana de Salvador).



O acompanhamento do processo das audiências públicas para a elaboração do PDDU, foi realizada de forma intensa com elaboração de propostas encaminhadas tanto no site do PDDU, quanto entregues pessoalmente de forma protocolada na audiência relacionada à mobilidade, o destaque se dava na solicitação de um percentual de 15% de uso do recurso do FUNDURBS para política cicloviária, dentre outras sugestões que foram negadas n nas oficinas devolutivas do PDDU (2014).

Entrega do documento elaborado pela Sociedade Civil Organizada contrapondo o Projeto de Lei do Executivo da Política Municipal de Mobilidade Urbana com a presença do presidente da Câmara Municipal de Salvador -Léo Prates (2018)

O Coletivo Mobicidade Salvador também atuou nas audiências públicas da elaboração do Plano de Mobilidade Urbana de Salvador (2017) e se manifestou de forma contrária ao Projeto de Lei enviado pelo Poder Executivo Municipal sobre a Política Municipal de Mobilidade Urbana (2018), tendo em vista a não posibilidade de debate do PLANMOB na Câmara de Municipal de Salvador, dando total autorização ao Poder Executivo para tocar o Plano sem um novo momento de debate com Sociedade Civil Organizada.


Saiba mais sobre este projeto aqui