Rodoviários demitidos pela CSN fazem protesto e bloqueiam acesso à Estação da Lapa, em Salvador

Manifestação deixou trânsito congestionado no entorno do terminal, nesta segunda-feira (22). Sindicato que representa a categoria diz que mobilização não foi organizada pela entidade. Por G1 BA e TV Bahia


Publicado no G1 Bahia

Um grupo de rodoviários demitidos da Concessionária Salvador Norte (CSN), que integrava o transporte público da capital baiana, realizou uma manifestação na entrada Estação da Lapa, em Salvador, e bloqueou as vias de acesso ao terminal, no início da tarde desta segunda-feira (22).

A Transalvador informou que o ato durou pouco mais de uma hora. Os manifestantes se dispersaram e os veículos foram retirados da via. Um dos representantes do movimento, Emerson Trader, disse que o ato foi independente, sem relação com entidades de classe. Segundo ele, o grupo cobrava o pagamento da rescisão dos trabalhadores, que não foram admitidos por outras empresas.

Rodoviários demitidos da CSN fazem protesto e bloqueiam acesso à Estação da Lapa, em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Emerson explicou que após o fim da operação da CSN no sistema de transporte da capital baiana, parte dos profissionais foi admitida pelos dois consórcios em operação na cidade. Outra parcela teve contrato rescindido e há mais de um mês aguarda quitação de débitos.


“Quando o contrato foi rescindido, uma parte foi para a OTTrans e outra para a Plataforma. Só que boa parte dos trabalhadores que não foram nem para uma nem para outra, estão há 40 dias sem a rescisão”, disse o rodoviário.

O Sindicato dos Rodoviários afirmou que a mobilização não foi organizada pela entidade, mas se solidariza com os colegas. A Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob) informou que, desde o primeiro impasse entre os rodoviários e a empresa CSN, busca intermediar as negociações e destacou que para que as dívidas trabalhistas sejam totalmente quitadas, os terrenos da empresa que foram dados como garantia no acordo precisam ser vendidos. Ainda segundo o órgão, com relação à convocação de rodoviários no cadastro reserva das concessionárias Plataforma e OTTrans, 1.600 funcionários já foram convocados. Os demais trabalhadores que não foram chamados nesta primeira etapa passam por treinamento e cursos de reciclagem profissional. Ainda segundo a Semob, à medida em que o sistema necessite de novos operadores, estes funcionários terão prioridade na contratação pelas concessionárias.

Rodoviários da CSN fazem protesto no Centro de Salvador há cerca de um mês — Foto: Felipe Oliveira / TV Bahia

Em 26 de outubro, os trabalhadores realizaram outro protesto em Salvador para cobrar celeridade no processo de venda dos imóveis da CSN. Na ocasião, liderada pelo sindicato, a categoria disse que o processo poderá garantir as homologações dos contratos e viabilização do valor das rescisões dos trabalhadores. A manifestação durou cerca de duas horas e também reivindicou uma solução para a regularização dos planos de saúde dos aposentados e dos exonerados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). Além disso, a categoria cobrou agilidade no processo de convocação dos rodoviários que aguardam na lista de espera para serem contratados pelas concessionárias OTTrans e Plataforma.


Entenda o caso