[Artigo] Análise dos Impactos Socioambientais da Implantação do trecho 1 do BRT de SSA 2018/2020

SANTOS, Andrey Robson Silva; MARÇAL,, Ayana Gomes; SOUSA, Camila Lima; COPQUE, Augusto César da Silva Machado. Análise dos impactos socioambientais da implantação do primeiro trecho do BRT na cidade de Salvador-Bahia entre os anos de 2018-2020. In: SEMOC – SEMANA DE MOBILIZAÇÃO CIENTÍFICA, 23., 2020, Salvador. Salvador: UCSAL, 2020. p. 1-14.



Resumo

O processo de industrialização contribuiu para o aumento do crescimento populacional nas grandes capitais brasileiras, incluindo a cidade do Salvador, que em meados do século XIX enfrentou mudanças dinâmicas e estruturais decorrente da modernização urbana para os meios de transporte. Para suprir com as necessidades populacionais relacionado ao setor de mobilidade, as administrações públicas investem recursos e atualmente o sistema de modal Bus Rapid Transit (BRT) entrou como uma solução, instaurado no Brasil pela primeira vez em Curitiba no ano de 1972. Entretanto, por se tratar de um empreendimento de grande porte e alcance extenso de área, durante sua fase de implementação são evidenciados alguns impactos socioambientais. Diante deste contexto, o estudo tem como objetivo identificar e descrever os impactos socioambientais provenientes da implementação do primeiro trecho do BRT Salvador, iniciado no ano de 2018 com previsão de término em 2020. Os resultados foram quantificados através do uso da Matriz Leopold adaptada, no qual foram consideradas as dimensões do meio físico, biótico e antrópico da área estudada. Constata-se que é viável a aplicação do BRT como um sistema de transporte de passageiros de grande capacidade, porém, o projeto que vem sendo implantado em Salvador vai em contramão aos que foram instalados em outras cidades.


Link do artigo: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/bitstream/prefix/3076/1/AN%c3%81LISE%20DOS%20IMPACTOS%20SOCIOAMBIENTAIS%20DA%20IMPLANTA%c3%87%c3%83O%20DO%20PRIMEIRO%20TRECHO%20DO%20BRT%20NA%20CIDADE%20DO%20SALVADOR-BAHIA%20ENTRE%20OS%20ANOS%20DE%202018-2020.docx.pdf