29.07 | “Vamos debater” aborda a situação do Porto de Aratu e a Ferrovia Centro-Atlântica

Evento reúne engenheiros e especialistas para tratar sobre o assunto.

Em parceria com o Confea e a Mútua, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia realiza na próxima quinta-feira (29) mais uma edição do projeto “Vamos Debater”, desta vez trazendo detalhes sobre o Porto de Aratu e a Ferrovia Centro-Atlântica. O evento acontece às 17h, por meio do canal do Crea-BA, no Youtube, com mediação do inspetor do Conselho em Barreiras, engenheiro civil Maurício Mayer.

O encontro contará com a participação do presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM), Antônio Tramm; do secretário de Desenvolvimento Econômico de Juazeiro, Carlos Neivea; do diretor presidente da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), Carlos Autran; do presidente do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon), engenheiro civil Carlos Marden; do diretor de operações da Mineração Caraíba, Manoel Valério; do diretor administrativo da Caixa de Assistência do Crea-BA, Danilo Ferreira; do presidente da Associação Nacional dos Usuários de Transporte de Carga (Anut), Luiz Baldez; do diretor da Associação dos Usuários dos Portos da bahia (Usuport), Paulo Villa; e do economista , Bernardo Figueiredo.

Segundo o presidente executivo da Anut, Luiz Baldez, serão abordados temas como a questão dos trechos abandonados e a ligação Belo Horizonte – Salvador, “iremos apresentar uma visão geral do sistema ferroviário brasileiro, suas características e gargalos, além de claro, uma avaliação sobre o projeto da FCA, os investimentos propostos e seus impactos regionais”.

“Falar ao Crea é uma oportunidade de ressaltar para um público especializado em infraestrutura de transporte de carga a necessidade dos setores produtivos baianos em contar com uma ferrovia moderna que faça a ligação entre as regiões produtoras e os portos de Aratu e Salvador. Portanto urge a importância do debate sobre a renovação antecipada da FCA, prevista para a mesma concessionária, uma vez que ela não oferece garantias de investimentos”, diz o engenheiro Paulo Villa sobre o assunto.

Ainda sobre o evento, o atual presidente da CBPM, Carlos Tramm, diz que temáticas como essa ajudam a promover investimentos e melhorias no futuro. “Antigamente, as pessoas se deslocavam de trem entre cidades servidas, mas hoje os trens sumiram, não transportam nem cargas e nem passageiros. É imperativo que sejam promovidos mais debates como este, entre governo, empresas e toda sociedade.”

Saiba mais!

O projeto “Vamos Debater?” foi criado em 2021 pela gestão Um Só Crea com o objetivo de discutir assuntos de amplo interesse da mídia e importantes para o desenvolvimento da Bahia e do Brasil. Oportuniza ainda a discussão de soluções para problemas que envolvem a Engenharia, Agronomia e Geociências. Os eventos são gratuitos, abertos aos profissionais e estudantes e geralmente são realizados no horário das 19 horas. Todas as edições disponibilizam certificados digitais aos participantes.

Assista outras edições do Vamos Debater?

Alan Nogueira